• We are available for any custom works this month
  • Main office: Springville center X264, Park Ave S.01
  • Call us (123) 456-7890 - (123) 555-7891

Artig0 #02: Docat Brasil – Por que é que Deus criou o homem e o mundo?

Artig0 #02: Docat Brasil – Por que é que Deus criou o homem e o mundo?

Voltar

Postado por master em 10/jun/2021 -

“Deus criou o mundo por superabundância de amor. Ele deseja que o amemos como ele nos ama.
Ele quer reunir-nos na grande família da sua igreja”

 

Se Deus criou o mundo por amor, então por que é está cheio de injustiça, de opressão e de sofrimento?

Deus criou o mundo bom em si mesmo. Mas o mundo afastou-se de Deus, revoltou-se contra o seu amor. A Bíblia explica isso na história do pecado original de Adão e Eva. Os homens – é o que explica a história da construção da torre de Babel – quiseram ser como Deus. Desde então, há uma falha no mundo, um princípio destruidor. A partir daí nada mais foi como tinha sido planejado por Deus. Mesmo as nossas decisões atuais contribuem para que exista nesse mundo injustiça, opressão, sofrimento. Muitas decisões falsas traduzem-se ás vezes em estruturas do mal e do pecado. O indivíduo age, portanto, dentro de um sistema em que pé no seu todo mau e injusto, e, por isso, não é nada fácil sair dele, quando, por exemplo, como soldado, é obrigado a tomar parte numa guerra criminosa.

Por que é que Deus concedeu ao homem a possibilidade de fazer o mal?

Deus criou o homem para amar. Mas ninguém pode ser forçado a amar; o amor pressupõe sempre a liberdade. Portanto, o homem deve ser livre para que possa realmente amar. Quando existe autêntica liberdade, existe também a possibilidade de uma decisão fundamentalmente falsa. De fato, os homens podem estragar a própria liberdade.

Deus deixa o homem sozinho depois de o homem ter se afastado dele?

Não. O amor de Deus “jamais passará” (1Cor 13,8). Deus segue-nos, procura-nos nas nossas cavernas e esconderijos, deseja entrar em contato conosco. Ele deseja mostrar-nos quem ele é.

Como é que Deus Se deixa encontrar?

Deus deixa-se encontrar na medida em que se nos mostra ou (dito por outras palavras) se nos revela. É verdade que temos naturalmente uma ideia de Deus e podemos, pela reflexão, conhecer que Deus existe. Mas permanece oculto ao nosso entendimento saber como Deus é exatamente, quais os seus pensamentos e os seus planos. Para isso, Deus tem de se comunicar a nós tal como ele é. Não faz isso na medida em que nos envia uma ideia, um livro ou um sistema político, mas enquanto se faz homem em Jesus Cristo. Nele, Deus revelou-se de um modo total e definitivos: Deus fez-se homem para que o homem compreenda quem Deus é, Jesus é a linguagem de Deus.

Como é que, antes de Jesus, Deus se revelou aos homens?

A existência de Deus nunca esteve fechada ao conhecimento racional do homem. Na história de Israel, Deus abriu o seu coração e falou a Abraão, a Isaac e a Jacó. Deus encarregou Moisés de libertar o seu povo da escravidão no Egito e repetidamente chamou profetas para falarem o seu nome.

Como é que o povo de Israel responde à revelação de Deus?

Uma vez que Deus é conhecido, nada pode permanecer como era.  O povo do Israel mostra isso claramente através da aliança que Deus estabelece com ele.  Sinais desta aliança são os dez mandamentos que Deus transmite a Moisés no monte Sinai (Ex 19-24). Se nos orientarmos pelos mandamentos e procurarmos agir de um modo correto, está é a nossa resposta à inclinação amorosa de Deus para conosco. Temos assim a possibilidade de contribuir para a realização do grande plano de Deus sobre o mundo e sobre a história.

 

 

Trechos retirados do livro “DoCat Brasil – Como Agir?” (p.19-21)
 

 

EnglishGermanPortugueseSpanish